domingo, 24 de junho de 2012

ANIVERSÁRIO DE SACERDOTE



Recordação da romaria Aparecida - Frei Galvão...

Pe. Luisinho desejo muito felicidades e que DEUS ilumine sua jornada na vida sacerdote.





Recordação da Romaria Caldas Nova-Trindade...

Momento de celebração em PAI ETERNO TRINDADE


 PARABÉNS!  24/JUNHO ANIVERSÁRIO.

sábado, 23 de junho de 2012

VÍDEOS EDUCATIVOS A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR

















' Ninguém caminha sem aprender a caminhar, sem aprender a fazer o caminho caminhando, refazendo e retocando o sonho pelo qual se pôs a caminhar"  Paulo Freire

VÍDEO PARA REFLEXÃO

video
Compartilhar vídeo que nos leva a uma reflexão das questões sociais

INCLUSÃO SOCIAL COM DESAFIO DA FAMÍLIA NA ESCOLA



UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO - UFPE
ESCOLA DE GESTORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA
II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO ESCOLAR
POLO: SALGUEIRO - PE




         O presente projeto, que ora apresentamos, é uma escolha do grupo que será vivenciado para atender a uma exigência da disciplina Projeto Vivencial do II Curso de Especialização em Gestão Escolar da Escola de Gestores UFPE, sobre a orientação da professora Gleide Peixoto, tendo como problemática relevante, definida coletivamente no processo avaliativo contínuo do Projeto Político Pedagógico da escola, a qual percebemos a importância do acompanhamento ativo da família na vida escolar de seus filhos, com esta visão, ressaltamos uma análise da temática da opção 03.
             O projeto de intervenção, Inclusão Social um desafio com as famílias na escola, será executado nas escolas de Ensino fundamental e educação infantil no município de São José do Egito, alto sertão pernambucano, com uma população de mais de 34 mil habitantes.
            A Secretaria Municipal de Educação contribui na construção de fazer uma educação de qualidade e atende as exigências no que preconiza as leis vigentes pré-estabelecida para elevar a educação num processo democrático. O projeto visa implementar e promover nas escolas municipais a motivação, visitas domiciliares as famílias, estimulá-las e inseri-las na escola de seus filhos, participarem das atividades e ações desenvolvidas no espaço escolar onde estão inseridos, estimular outros profissionais no processo de inclusão social, promover eventos com participação de toda a comunidade escolar e entre outros parceiros escolar ativo nas tomadas de decisões da escola elevando a qualidade de ensino no desenvolvimento de aprendizagens dos atores inseridos.
             Pretende-se com este trabalho, que sirva de estímulo as famílias e/ou os responsáveis acompanharem  a vida escolar dos seus filhos ao meio que estão inseridos elevando a auto-estima de todos os envolvidos, num processo socioeducativo e socioassistencial com práticas profissionais  inovadoras na busca de fortalecer a transformação social na perspectiva de fazer gestão democrática e participativa no desenvolvimento de aprendizagens num processo avaliativo educacional.
            Portanto, a educação que pretendemos implementar nos espaços escolares da nossa rede de ensino municipal, é que seja desenvolvido um trabalho com missão socioeducativa e assistencial, onde todos os envolvidos tornem-se agentes participativos, críticos e construtores em formar cidadãos conscientes e protagonistas de suas histórias, contribuindo na qualidade da educação que pretendemos alcançar, tendo como aliado a família.
            Observando e identificando a falta dos familiares no acompanhamento das atividades e ações desenvolvidas nas instituições escolares, nos fez elaborar e apresentar esta proposta de projeto de intervenção para minimizar a ausência dos familiares em todo processo educativo dos seus filhos na promoção de formar cidadãos conscientes, críticos e construir um espaço de transformadores sociais e participativos.
            Pressupondo que é de grande importância e desafio o fazer da inclusão social das famílias nas escolas, busca-se resgatar e fortalecer a interação desses atores no meio e no espaço educativo onde estão inseridos.
            Ressaltamos que o apoio de parceiros nesse processo de contribuição para a educação é fundamental para que as famílias conquistem seus espaços de direitos e deveres, onde juntos desenvolve-se um trabalho de condições de melhoria ao aprendizado dos sujeitos envolvidos no educandário, intervindo com mecanismos para suprir cada situação presente nas suas especificidades e nas personalidades de todas as crianças e no convívio familiar.
            Com a implantação da inclusão social das famílias na vida escolar dos seus filhos, buscamos trazer para dentro da instituição escolar, envolvendo no cotidiano e interagindo no processo educativo, o desenvolvimento de ações na escola com o intuito de fazer integração da família com o aluno, a escola e a comunidade, norteadas por políticas públicas e programas sociais existentes no município e, ainda, envolvendo no processo socioeducativo e socioassistencial, voltado para toda a dinâmica do cenário educativo dos envolvidos com participação e co-responsabilidades que atenda todo contexto educativo dentro da sua realidade sócio cultural e o que preconiza as leis vigentes educacionais na sua totalidade e universalidade.

Equipe:
                                                                                                           DAMIÃO LOPES DE ARAÚJO
                                                                                        MARIA EDILENE DA SILVA HENRIQUE
                                                                                       SHEYLA MARIA FERREIRA DE MOURA
São José do Egito/PE
Secretaria Municipal de Educação 



domingo, 17 de junho de 2012

I ASSEMBLEIA DO SETOR DAS PASTORAIS SOCIAIS


A  Diocese de Afogados da Ingazeira promoveu dia 16 e 17 do corrente mês em Triunfo/PE a I Assembleia do Setor das Pastorais Sociais – SPS,  o  evento foi coordenado por padre Luiz Marquez  tendo como palestrante Junior da cidade de Serra Talhada o qual atendeu a todas as expectativas programadas.
O primeiro momento houve a apresentação do cronograma de trabalho, dando continuidade com o resgate das Pastorais Sociais e suas ações,  traçados uma trajetória histórica de vivências de trabalhos realizados em épocas atrás riqueza de recordações e fatos ocorridos levantados por missionários  convidados para participar do resgate, lindo momento.
Conceito, o que é Pastoral Social, os desafios, identidade e missão da Pastoral Social levando a reflexão e apresentação de trabalhos em grupo por pastoral, levantamento quais pastorais existente na diocese, como anda as ações e atividades e quais as principais necessidades e dificuldades  concluindo com a oficialização da composição do Setor Pastoral da Diocese democraticamente contemplando o baixo, médio e alto pajeú.
No segundo momento, apresentação da Escola Fé e Política explanação da Escola de Formação na Diocese (Curso de Direitos Humanos) concluindo com a socialização da realização do evento da  5ª semana  Social que acontecerá  em Agosto do corrente ano.
O Setor Pastoral Social tem como objetivo favorecer a articulação/comunhão entre as Pastorais Sociais com a finalidade de refletirem juntos os desafios e propiciar uma evangelização integral na paróquia.
O  Setor, usa uma metodologia de realizar encontro semestral, pautado por três elementos:
Espiritualidade;   Doutrina Social da Igreja; Articulação de casos/situação inter-pastorais.
A Pastoral Social, a missão coloca-se na fronteira da evangelização no mundo dos pobres e marginalizados. As pastorais Sociais mais conhecidas:
Pastoral da Criança; Pastoral da Pessoa Idosa; Pastoral Carcerária; Pastoral do Menor; Pastoral da Sobriedade...
Para a Igreja o serviço da caridade “é expressão  irrenunciável á sua própria essência”. A Pastoral Social é expressão  desta caridade e solicitude da Igreja com as situações nas quais a vida está ameaçada. É através das Pastorais Sociais que a Igreja, se faz efetivamente “samaritana”.

Sheyla Ferreira
Igreja Matriz São José/São José doo Egito
Diocese de Afogados da Ingazeira/PE

DESPEDIDA DA PROFESSORA DAISE




A Professora Daise França, da disciplina Planejamento e Práticas da Gestão Escolar do Curso de especialização em gestão escolar –UFPE. Agradeço pela força e todas as ferramentas, subsídios, orientações e questionamentos valiosos em atividades que servirá  de norte em  nossa prática profissional ao meio que estamos inserido.
Obrigada pela mensagem de motivação para a caminhada do curso.

Compartilhar desejo da professora.

Aproveito para desejar a todos que cheguem ao final do Curso com êxito e que a obtenção do título contribua para valorizar a difícil carreira do magistério.
Finalizando, deixo a seguinte mensagem de despedida:

“Há uma relação entre a alegria necessária à atividade educativa e a esperança. A esperança de que nós, professor e alunos juntos, podemos aprender ensinar, inquietar-nos, produzir e juntos igualmente resistir aos obstáculos à nossa alegria. Na verdade, do ponto de vista da natureza humana, a esperança não é algo que a ela se justaponha. A esperança faz parte da natureza humana” (FREIRE,1996,p.80).
Abraços virtuais.
Daise França
Valeu professora!!!!!!!!!!!!!!!
Sheyla Ferreira
Cursista II Curso de Especialização em Gestão Escolar
Pólo de Salgueiro/PE

domingo, 10 de junho de 2012

UM PROGRAMA DE VIDA NOVA

A Diocese de Afogados da Ingazeira realizou neste sábado dia 09 de março do corrente mês uma Assembleia de Conselho Diocesano de Pastoral na cidade de Flores/PE, sobre a coordenação de Dom Egídio Bissol com a participação dos párocos e representantes de pastorais do Médio, Baixo e Alto Pajeú.
O Encontro, momento de muita interação, reflexão e ação, cada responsável das prioridades apresentaram: passos dados, dificuldades, projetos, repasse e informativo de agenda Diocesana, evento muito proveitoso.
Dentro da pauta, houve o momento do repasse do I Curso de Formação e Capacitação para novos agentes de Pastoral da Sobriedade CNBB Ne2 realizado em Ipuarana/PB nos dias 09,10 e 11 de Março do corrente ano ressalta-se que a Diocese foi representada por três missionários, São José do Egito (01)  e Afogados da Ingazeira(02).
A Pastoral da Sobriedade está em processo de implantação na Diocese. A pastoral é uma atuação da Igreja Católica em resposta ao problema social do alcoolismo, do usuário de drogas e outros tipos de dependências.  Apresenta uma ação concreta diante de um problema da sociedade, no momento em que ele se apresenta. É uma resposta da Igreja a uma problemática social.
A Pastoral da Sobriedade tem como objetivo prevenir e recuperar usuários psicoativos e outros tipos de dependências. A qual tem como missão Evangelizar, Anunciar Jesus Cristo através do serviço, do diálogo e do testemunho de comunhão fraterno, integrando fé e vida e promovendo a dignidade da pessoa e da família, contribuindo para a construção de uma sociedade justa e  solidária.
Os agentes da pastoral terão como missão expressar o amor gratuito do Pai, que desperta em nós a solidariedade com o mundo e com a humanidade fazendo dos excluídos os nossos preferidos.
A pastoral tem como linha de ação: a prevenção,  intervenção, recuperação, reinserção familiar e social e atuação política para a implementação de ações integradas em defesa da vida.
A porta de entrada da pastoral se da com a formação dos grupos de Auto-Ajuda realizado na paróquia através de reuniões permanentes onde propõe um Programa de Vida Nova com desafio à conversão e ao engajamento na família, Igreja e na sociedade.
O Programa de Vida Nova vivencia a Terapia do Amor, da Escuta e do Perdão, que estimula para uma mudança de comportamento pessoal e das relações familiares; nos leva à CONVERSÃO, num processo gradual e permanente. “O milagre se dá na perseverança”.


  REFLEXÃO
“Pare de colocar sua felicidade cada dia mais distante. Não sofra pelos objetivos que ainda não atingiu se alegre pelos alcançados e trabalhe pelos que virão!!!"

Sheyla Ferreira
Igreja Matriz São José – São José do Egito/PE
Diocese de Afogados da Ingazeira/PE

terça-feira, 5 de junho de 2012


Receita eficácia para eliminar manchinhas da alma
INGREDIENTES
01 litro de ternura;
01 litro de óleo concentrado de paciência;
01 quilo de perdão em pó;
01 litro de essência de amizade;
02 litros de bom humor;
03 litros de extrato de solidariedade;
01 litro de esperança;
02 litros de tolerância;
10 pitadas de amor;
01 folha de carinho do seu tamanho.
PREPAROS
No caldeirão que esta no fundo do seu coração, misture o amor o perdão e os sorrisos espontâneos. Passe os demais ingredientes por peneira bem grossa e adicione a mistura anterior. Leve o caldeirão ao fogo alto da sua bondade, mexendo sempre até alcançar o ponto de pasta homogênea,  deixe a pasta esfriar, até ficar morninha. Abra a folha de papel de carinho besunte-a com a pasta, deite-se sobre ela e enrole-se bem. Suspire bastante, profundamente relaxe. Pense em momentos alegres que p fizeram rir sonoramente. Sinta o gosto de mel de abelhas simpáticas. Sinta o perfume das rosas que você acha mais bonita. Aguarde alguns minutos até que a pasta que lhe envolveu tenha sido completamente absorvida por sua alma.
RESULTADO
Imediatamente você perceberá que aquelas manchinhas que o aborreciam desapareceram. Caso uma ou outra persista em reaparecer, repita a receita e elas desaparecerão definitivamente.

Autor desconhecido

TEATRO INFANTIL

 
Posted by Picasa

CINEMA EM FAMÍLIA - O PEQUENO PRÍNCIPE

A equipe EMEI Mª MADALENA X. DE LIRA, no desafio de fazer Inclusão Social com as famílias na escola articulou e mobilizando a comunidade escolar e local   (Domingo) dia 03/JUNHO/2012 às 17 horas  para assistir em família ao filme o PEQUENO PRÍNCIPE no Centro de Inclusão Digital cinema para todos.  É importante a família, acompanharem a vida escolar de seus filhos contribuindo na transformação social para a cidadania desses atores. Apoio Prefeitura Municipal , Tarcísio Leite. Prestigiando a comunidade escolar e local  da EMEI Mª Madalena - Ipiranga - São José do Egito/PE.


















segunda-feira, 4 de junho de 2012

Prevenção Saúde bucal - equipe USF









Início do ano letivo, momento preventivo com a equipe USF (Unidade de Saúde da Família do bairro-Ipiranga) Drª Iara e assistente, orientando as crianças a escovação correta, aplicação de flúor, como também encontro com as mães na reunião de pais para incentivar o hábito de escovação e promover uma alimentação saudável as crianças. Fev/2012. Parceiros da escola.







Momento de Recreação com as turmas Creche II e Pré IA Turno da Manhã
(crianças de 3 e 4 anos). Túnel, pneus e escorrego no espaço interno da EMEI. Aprender brincando e crescer criando.
 Cursistas Damião, Sheyla e Edilene pólo de Salgueiro/PE.
 Coordenadora dos assistentes, coordenadora do curso Ana Felix e professora Regina assistente.
Professora Regina





Cursistas do pólo de Salgueiro
(Damião,Edilene,Sheyla) e Equipe do curso de Especialização em Gestão escolar UFPE.
Coordenadora do Curso ANA FELIX.
26/Maio/2012



Encontro presencial - Projeto Vivencial em Petrolina/PE - Cursistas Damião, Edilene. Ivone (assistente), Sheyla (cursista), Ana Felix (coordenadora do curso), Osmar (assistente),... e Bianca (coordenadora dos assistente).  26/Maio/2012.